Entenda porque veganos não comem mel

Muitas pessoas desconhecem os motivos pelos quais veganos não consomem mel e pensam que abelhas não sofrem. No entanto, todas as evidências disponíveis indicam que elas, assim como todos os invertebrados que possuem sistema nervoso centralizado, têm sim a capacidade de experimentar sofrimento e prazer.

Apesar disso, assim como outros animais, elas são usadas para lucro humano e sua exploração causa sofrimento e morte para um grande número de abelhas.


Nesse post abordaremos o assunto e pretendemos ajudar você a entender melhor como é a produção desse “alimento”.


Abelhas são sencientes?

As abelhas possuem sistema nervoso que inclui um cérebro. Elas têm a capacidade de aprender com as consequências de suas ações e de orientar seu comportamento para atingir um resultado.


Além disso, esses animais exibem comportamentos incrivelmente complexos. Elas se comunicam com diferentes tipos de movimentos do corpo para informarem sobre a posição das flores e onde colher pólen. Elas também têm uma ótima memória, que as permite lembrar onde as flores e a colmeia estão. São animais sociais capazes de aprender e de ter comportamentos complexos.


Portanto, as abelhas têm sim a capacidade de experimentar sofrimento e prazer.


O que é o mel?

O mel é feito por abelhas para abelhas e sua saúde é sacrificada quando é colhido por seres humanos. Ele é a única fonte de alimento e nutrientes essenciais de uma abelha.


A produção é feita através da regurgitação do néctar que as abelhas engolem e esse processo é repetido muitas vezes. As abelhas guardam o mel nos favos regurgitando-o dentro de um compartimento. O compartimento é então “tampado” com cera. Esse processo ocorre para que o mel seja consumido por elas no futuro.


É necessária uma vida inteira de aproximadamente 12 abelhas operárias para produzir uma única colher de chá de mel.


Como funciona a extração do mel das colmeias?

Para extrair o mel da colmeia, utiliza-se um fumegador, equipamento responsável por produzir uma fumaça que desnorteia as abelhas, deixando-as sem capacidade de atacar o apicultor. Nesse momento, os insetos se contorcem no chão, em sofrimento e por um longo tempo, antes de morrerem asfixiados com a fumaça e até queimados pelo excesso de calor.


Após esse processo, inicia-se a retirada dos favos de mel, momento em que as larvas que dariam origem às próximas rainhas são exterminadas para que não se formem novos enxames e revoadas, enfraquecendo a colônia atual.


Quando o mel é pego e as abelhas não são mortas, elas são deixadas sem o seu alimento. Como substituição, elas são alimentadas com água e açúcar. O açúcar não é adequado para elas como o mel, então as abelhas não conseguem aproveitar os frutos do próprio trabalho, que é fundamental para seu bem-estar.


Ainda, é comum a prática de cortar as asas de abelhas rainhas para evitar a “enxameação” (processo no qual a abelha rainha deixa a colônia com outras operárias, reproduzindo outra colônia). Elas claramente não gostam disso e entendem como um ato de agressão, e lutam para se livrarem.


Ou seja, há uma completa manipulação e desrespeito com o curso natural da vida das abelhas, fazendo com que trabalhem além do necessário para produzirem seu próprio alimento que será retirado por seres humanos que colocarão basicamente açúcar no lugar, deixando-as sem os nutrientes de que necessitam. Isso quando não são mortas no decorrer de todo esse processo.


Alternativas veganas para substituir o mel de abelhas

Ao contrário das abelhas, o ser humano pode viver muito bem sem o mel na sua dieta. E se você gosta muito de comer mel ou se deparar com alguma receita que tenha o produto como ingrediente, ficará feliz em saber que há uma série de alternativas que você poderá substituir em iguais proporções no preparo. Olha só:

- Melado de cana (muito fácil de encontrar em qualquer supermercado)

- Xarope de bordo / Maple syrup

- Néctar de coco

- Mel de maçã. Esse você consegue fazer em casa e fica delicioso! Misture 3 xícaras de suco de maçã fuji, suco de 1 limão e 1 e ½ xícara de açúcar cristal. Deixe ferver, retire a espuma e guarde em um recipiente de vidro com tampa na geladeira por uma noite.


Por esses motivos, é muito importante parar de consumir o mel produzido pela apicultura para a construção de uma vida mais sustentável e em equilíbrio com a natureza, tentando eliminar ao máximo qualquer tipo de atividade exploratória.


E se você quiser aprender a preparar mais receitas sem qualquer tipo de exploração animal, clique aqui e dê uma olhada no nosso e-book.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

©

Souveg 2020 | Todos os direitos reservados